quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Sábia menina

E foi num de seus momentos de lucidez que D. Lúcia disse à sua neta:

-Sabe, menina, eu não sei mais quem é meu filho, eu não sei mais como eu sou, eu não faço mais nada sozinha... Pra que que serve a vida então, se nós nos esquecemos de tudo no final?

A neta, sabida pra sua idade vira pra sua avó com um sorrizo estampado na cara e toda a simplicidade do mundo e responde:

-A vida é feita pra viver vovó, e acima de tudo, pra ser feliz.

4 comentários:

deh ramos disse...

Que lindo!!
Lembrar é apenas uma consequencia e, muitas vezes, descartável. Se nos preocupássemos mais com o "momento presente", seríamos realmente mais felizes.

Beijo grande, garoto.
Saudades daqui.

. débora disse...

uh, gostei(:
sei lá, é meio triste, meio feliz.
e nessa história, com certeza eu seria D. Lúcia, essa minha mania pessimista de ver a vida.

bsjbsj

Má Midlej disse...

a gente nao tem que se lembrar, tem que viver, caramba!
haha
lindo.

Rafael disse...

Ah, gostei, bem... sensível o texto...
Abraço